sábado, 9 de junho de 2007

Kombis expulsam os ônibus na Ilha

Ilustração de Maurício Rocha

É incrível o que está acontecendo na Ilha do Governador (RJ). Milhares de kombis - entre legalizadas e ilegais - tomaram conta do transporte de passageiros criando grande desordem no trânsito da cidade.
É um verdadeiro caos que envergonha o Rio e traz transtornos a moradores e comerciantes. A fiscalização precária estimula o transporte ilegal e faz diminuir as frotas das empresas de ônibus. O som instalado nas kombis e vans irrita a todos e aumenta o estresse da população. Passageiros são conquistados no meio da rua e calçadas, provocando congestionamentos e desrespeito a todas as leis de trânsito. Uma vergonha!!!
Enquanto impera a desordem, motoristas de kombis e vans reclamam que são extorquidos diariamente por traficantes e policiais que exigem propina de R$ 25,00 em média. É o crime na ilegalidade.
Na imagem acima do Jornal Ilha Notícias edição de 15 de junho, é visível o cerco a que estão sujeitos os ônibus, cujas empresas resistem, mas já diminuíram em 30% suas frotas e demitiram mais de 25% dos empregados. A ilustração de Maurício Rocha também ajuda a entender o que está acontecendo.
Mas o prefeito Cesar Maia, homem sério, honesto e inteligente, que se elegeu sob a bandeira da ordem urbana não toma nenhuma medida, pelo contrário, protelou mais uma vez a regulamentação do setor. É que em 2008 tem eleições para a prefeitura, e o prefeito, talvez, não quer perder o apoio das vans e kombis, que por sua completa omissão, prospera na cidade desordenadamente.