terça-feira, 19 de agosto de 2008

Hospital na Ilha do Governador

Hospital e outras prioridades

Nesta primeira etapa da campanha eleitoral, pelo menos dois candidatos à prefeitura do Rio, que vieram fazer campanha na região, dizem que a saúde da população é prioridade para eles, o que é muito bom. Ninguém suporta mais as dificuldades que doentes e pessoas acidentadas encontram no antigo Hospital Paulino Werneck.
Jandira Feghali diz que, se eleita, vai reformar as atuais instalações, cuja existência já ultrapassou os 70 anos de fundação. A idéia da médica candidata parece ineficaz porque o projeto do hospital é antigo e o terreno é pequeno para novas ampliações. Tantas já foram as reformas no velho hospital que ele está todo remendado, e seu desenho arquitetônico dificulta os atendimentos tanto para médicos, como para pacientes. Os modernos hospitais de emergência estão sendo construídos com acessos que dêem velocidade para o atendimento aos pacientes em estado grave, coisa que o Paulino não tem, e que nenhuma obra no local vai resolver esse problema que é estrutural.
Já Eduardo Paes disse que se eleito, vai construir urgente um novo hospital municipal de emergência num local diferente daquele terreno comprado por Cesar Maia, na Portuguesa. Ele entende que o local é nobre para o comércio e muito barulhento para um hospital. Quem sabe se eleito, Paes resolva construir no local um moderno centro comercial com pequenas lojas e postos de serviços de utilidade pública para os cidadãos. Com certeza, idéias não faltarão para aproveitar o terreno que há mais de cinco anos está abandonado e hoje serve para proliferação de ratos e baratas, para desespero dos moradores do condomínio ao lado.
O terreno da Estação Rádio da Marinha no final da Estrada do Galeão, em frente à comunidade de N.Sra. das Graças, onde hoje tem três campos de futebol é uma das opções para a prefeitura construir um grande hospital horizontal com heliponto, e tendo ao lado a tranqüilidade da mata atlântica e o Manguezal do Jequiá.
joserichard@uol.com.br