sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Portuguesa Carioca

Depois que a União da Ilha cumpriu a sua parte no Carnaval de 2010 e agora não sai nunca mais do Grupo Especial carioca é a vez da Associação Atlética Portuguesa ser campeã da 1ª divisão e, em janeiro de 2011, disputar o Campeonato Carioca de Futebol com Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo. O presidente da Lusa, Antônio Augusto, sabe o tamanho da responsabilidade e garante que 2010 é o ano da Portuguesa. Junto com o diretor de futebol Salim Slemann e outros assessores do Departamento de Futebol, o presidente decidiu promover a volta do treinador Sérgio Cosme que conhece a estrutura da Portuguesa e a maioria do plantel de jogadores. Ele é experiente, leal e vencedor.
Ninguém duvida, portanto, dos sonhos dos dirigentes da Lusa e da certeza de uma campanha vitoriosa. A palavra de ordem de Antônio Augusto é conquistar o título do campeonato que começa na primeira quinzena de março e, para isso, conta com a participação da torcida e da comunidade insulana. Ninguém espere milagres, os resultados serão obtidos através de muito trabalho, dedicação, treinamento e bom astral. O presidente da Portuguesa está cheio de gás e quem pretendia atrapalhar, é do contra ou mal humorado, não vai encontrar clima este ano.
Vai de vento em popa o projeto da construção de uma Arena aproveitando a imensa área do campo e entorno. A ideia está sendo apresentada à diversas empresas e investidores internacionais que tem interesse em ser parceiros na instalação de um novo espaço esportivo para treinamentos especiais e com estrutura de lazer. O projeto é excelente e necessário para a cidade. A realização de dois mega eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas vão transformar o Rio no maior palco esportivo mundial, e a Portuguesa Carioca fará parte desta história.
www.twitter.com/joserichard

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Ito Melodia


Ito ganha dois Estandartes de Ouro e
é consagrado melhor intérprete de 2010

O intérprete da União da Ilha, Ito Melodia, recebeu o Estandarte de Ouro como o melhor puxador de 2010. Na Avenida, ele levantou o público com a voz marcante defendendo o enredo sobre Dom Quixote de La Macha. Fora da Marquês de Sapucaí, com muita fibra e determinação, o cantor conquistou a equipe julgadora que o elegeu como o melhor intérprete deste carnaval.A comemoração do artista foi em dose-dupla: além do prêmio de melhor intérprete do Grupo Especial, Ito recebeu o Estandarte de Ouro pela autoria do samba-enredo da Império da Tijuca (Grupo de Acesso A), intitulado “Suprema Jinga - Senhora do trono Brazngola”, com os companheiros Márcio André, Djalma Falcão, Grassano e Jota Karlos.

Esta não é a primeira vez que o intérprete se consagra vencedor do Estandarte de Ouro. Em 2002, Ito ganhou como compositor da Unidos da Ponte, com o samba-enredo “Tancredo Neves, o mártir da Nova República”, em parceria com Gugu das Candongas, Pardal, Jefferson Martin e Nélio Marins. Em 2003, pela mesma Agremiação, Melodia repetiu o feito, com o enredo “De Graham Bell a Sérgio Motta - Um salto para a modernidade”, junto a Gugu das Candongas, Jefferson Martins e Maurício Miranda.
Na manhã de terça-feira (16), dia da premiação, Ito foi acordado com a boa notícia. “Eu estava dormindo. Minha mulher comentou que o telefone estava tocando e ao atender me disseram que eu havia sido o vencedor do Estandarte. Na hora eu fui à loucura. Foi uma grande surpresa. Eu parei e não conseguia falar mais nada. A emoção foi imensa.”Com o famoso bordão: “Alô, minha Ilha! Escola do meu coração e de vocês também! Segura a marimba! Cativa aí! Caraaaambaaa!”, Ito demonstra seu amor pela agremiação insulana e conquista cada vez mais admiradores de seu trabalho. Filho do lendário Aroldo Melodia, Acraílson Forde, conhecido no mundo do samba como Ito Melodia, diz que o dom para a música foi herdado do pai. Com 40 anos de idade, Ito cresceu frequentando as rodas de samba da tricolor insulana, ao lado daquele que ele considera seu grande mestre e inspirador: o pai. A trajetória de sucesso, na União, começou em 1991, quando cantou na Avenida pela primeira vez o samba “De Bar em Bar”, junto com o pai. Cinco anos depois virou a voz oficial da escola.
Feliz com a permanência da Ilha no Grupo Especial e com o triunfo do Intérprete neste carnaval, o presidente da escola, Ney Filardi, considera este, um marco fundamental na carreira do cantor e a consolidação como o sucessor de Aroldo Melodia.
- Espero que o Estandarte leve reconhecimento ao Ito, como intérprete da música popular brasileira. Torço para que este prêmio seja o primeiro de muitos. Ninguém merecia mais este Estandarte do que ele. Eu estou do lado do Ito esse tempo todo e sei da sua luta - destaca Ney Filardi.
A diretora da ala das passistas, Lander Ribeiro, comemora o duplo Estandarte do colega de quadra. “Estou muito feliz por ele. O Ito assumiu definitivamente o lugar do pai. Ele está vindo de uma luta de muitos anos e agora conseguiu ganhar o Estandarte de Ouro. Isso marca definitivamente lugar dele na União da Ilha. Desejo tudo de bom e que e o futuro dele seja de muitos sucessos.”
O intérprete da Ilha diz que os títulos vieram em boa hora, no exato momento que divulga o primeiro CD da carreira, “O Samba em Minha Vida”. A perspectiva de Melodia é que o Estandarte dê visibilidade ao trabalho e impulsione a carreira de sambista. “É um titulo que engrandece o meu trabalho. Vai dar uma força enorme para a minha carreira, principalmente agora que estou divulgando o meu CD. Esse título é muito importante e significa que a minha hora chegou. Estou muito feliz.”Com a humildade e o entusiasmo de sempre, o artista faz questão de agradecer as pessoas que o apoiaram durante a trajetória rumo ao reconhecimento.
-Agradeço a Deus pela conquista, à minha família, ao presidente Ney Filardi, pela força de sempre e à União da Ilha. Dedico o Estandarte de Ouro ao meu pai Aroldo Melodia, minha mãe Maria de Lourdes, minha mulher Maria do Carmo e filha, Maria Alice, aos amigos e todos aqueles que torceram por mim e me apoiaram - conclui Ito emocionado.