sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Portal de segurança da Ilha evitará acesso de bandidos

                                 
O gráfico mostra os principais elementos que deverão compor o sistema
      
     A decisão do governo do estado de começar em outubro as obras para a instalação do Portal de Segurança deve ser comemorada como uma vitória da comunidade na conquista por mais segurança. Acredito que agora muitas transformações podem acontecer na região que de imediato terá seus imóveis valorizados e a demanda de novos moradores incrivelmente aumentada. Se morar na Ilha já era um privilégio, agora com o portal, o bairro vai se transformar, literalmente, num grande condomínio. O envolvimento e a participação da sociedade insulana junto ao governo, cobrando providência contra os bandidos de outras regiões que agiam fortemente na Ilha, encontraram eco junto ao governador Sérgio Cabral, e ele, acompanhado do secretário de segurança José Mariano Beltrame, anunciou, nesta semana, a construção do primeiro Portal de Segurança no estado. A obra será inédita na cidade e só depois outras regiões como a Urca serão beneficiadas.
Todo aparato tecnológico que será instalado junto com o portal deverá garantir a dificuldade de acesso e saída de bandidos e, assim, zerar os crimes cometidos por criminoso da Maré e de outras regiões próximas à saída da Ilha, como garante a delegada da Ilha Renata de Assis. Com essas medidas tenho certeza que finalmente a Ilha voltará a ser uma região modelo de segurança, como era há cerca de 40 anos atrás. As características geográficas permitem isso, sobretudo porque existe só uma via rodoviária de entrada e saída.
Junto com a notícia do portal, outras medidas estão sendo tomadas, como a chegada de mais policiais militares para o 17º BPM e o continuado posicionamento de pelo menos dez viaturas da PM, estacionadas em pontos estratégicos, durante grande parte da noite. Os policiais ficam em atitude de vigilância, gerando uma excelente sensação de segurança e é eficaz no combate aos delitos rotineiros.