sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Solidariedade à disposição - Tragédia na região Serrana

A tragédia que nesta semana atingiu as cidades de Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis e arredores é o pior desastre natural que já vi em nosso estado. Repentinamente milhares de pessoas ficaram sem casa e os prejuízos afetaram toda população. A morte de cerca de 300 pessoas é a dor maior.
A força da natureza que destruiu casas e prédios tanto em áreas de risco como outras fora delas foi incontrolável e repentina. Tudo é resultado principalmente das transformações climáticas, fruto da agressão humana ao planeta. Culpar as famílias que construíram em lugares hoje devastados e os governos pela falta de fiscalização é imaginar que todos sabiam que a tragédia um dia poderia acontecer. É supor que seus moradores seriam suicidas em potencial. Na verdade, o que sabemos é que os desmatamentos e queimadas, realizadas em qualquer parte do planeta, pode afetar qualquer parte da terra. Furacões, terremotos, tsunamis, chuvas torrenciais e as outras manifestações da natureza anormais, cada vez mais constantes, são, principalmente, anomalias, resultado da poluição despejada pelas fábricas no ar e rios - iniciadas a partir da era industrial; também – em minha opinião principalmente - é culpa dos milhares de testes de bombas nucleares feitas no subsolo por potências como os Estados Unidos há cerca de duas décadas. O planeta agora dá sinais ameaçadores.
Temos que reagir de modo mais contundente contra quem continua a agredir o planeta. O homem é capaz de transformar o mundo sem precisar destruí-lo. Basta seguir modelos, como por exemplo, a fantástica obra de Itaipu em Foz do Iguaçu que além de produzir mais de 25% da energia que o país precisa, transformou a região num santuário ecológico.
Enquanto isso não acontece, sugiro arregaçarmos as mangas para ajudar as famílias desamparadas. Vamos colocar nossa solidariedade à disposição para reconstruir projetos de vida perdidos nas águas e soterrados pelos desabamentos de encostas e prédios.

 
www.meadiciona.com/joserichard