segunda-feira, 4 de julho de 2011

Blitz causa e soluciona problemas





Não há morador que não reclame dos transtornos diários para entrar e sair da Ilha. Todo mundo sofre, sejam os motoristas de veículos particulares ou os passageiros dos ônibus. Com uma única via de acesso à região, o morador que trabalha fora da Ilha enfrenta ainda o colapso da Linha Vermelha e Avenida Brasil nos horários do rush. O desgaste é grande, a perda de tempo irrecuperável e o estresse só é amenizado quando a gente se dá conta que mora numa região que, embora tenha muitos problemas, é privilegiada. É verdade! Ainda temos, felizmente, uma rotina de cidade do interior com o plus de bons clubes, inúmeros restaurantes, boas escolas e locais muito aprazíveis.

Todavia, os congestionamentos diários provocados pela grande quantidade de carros nas ruas e as blitzes em horários de movimento é uma realidade. Para modificar alguma coisa, o comando da PM poderia pensar numa estratégia que não prejudicasse a população. Nas últimas semanas as autoridades resolveram fixar horário para reter o trânsito na entrada da Ilha. Agora todas as manhãs tem fila para entrar na Ilha, e isso não é virtude em relação às outras regiões da cidade, pelo contrário. Se a ideia é garantir segurança aos moradores, evitando a entrada de bandidos, é uma ingenuidade. Os criminosos, infelizmente, cometem suas atrocidades e fugas informados por capangas que observam os movimentos da polícia e evitam os cercos programados.

A população precisa e reconhece o bom trabalho que a PM vem fazendo na Ilha. É uma polícia valente e atuante, comandada por um bravo coronel que provou isso na operação de ocupação do morro do Alemão, quando prendeu o traficante Zeu, o mais perigoso de todos. Portanto, nada contra a PM, pelo contrário. Entretanto, blitzes internas em lugares e horários diferentes a cada dia, são operações que, acredito, são mais eficientes e podem livrar comerciantes e moradores dos bandidos que circulam nas ruas e em motos. Já assisti algumas dessas ações e o resultado é de muitas apreensões. Além disso, resolve em parte, alguns engarrafamentos.