sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Pichadores pegos pela PM



            Três pichadores que agiam na Ilha foram pegos por policiais do 17º BPM na madrugada do último dia 29. Igor Henrique Tavares Machado, de 22 anos, Willian Ferreira da Silva, de 23, e Patrick Rocha dos Santos, de 19, estavam com diversas latas de tinta spray emporcalhando a lateral do viaduto na entrada da Ilha e foram levados para a 37ª DP. Lá confessaram o delito e vão aguardar em liberdade a convocação da justiça, talvez, para cumprir pena de serviços comunitários. 
            Quando foram abordados pela PM um deles filmava a pichação para exibir o estrago aos amigos. Os três, segundo as informações prestadas à polícia, são desocupados que costumam, nas madrugadas, sair da Pavuna, onde moram e pichar muros e fachadas de prédios da Ilha. A ação desses marginais causa sérios prejuízos ao patrimônio dos moradores e às atividades comerciais.
            A lei tinha que ser mais rígida e punir com rigor esses vândalos desocupados.  Essa turma merecia ficar atrás das grades, diante do perigo que representam quando invadem prédios e sujam fachadas. Na Estrada do Galeão, a quantidade de pichações assusta pela ousadia desses bobalhões cujas frustrações e inseguranças são satisfeitas, provavelmente, pelo medo e tristeza que geram nas famílias atingidas por suas grosseiras ações.
             Parabéns aos PMs Mário Luiz Barros de Souza e Marco André Lopes da Silva cuja atitude foi eficaz ao reprimir os três vândalos que agora não têm mais ficha limpa na polícia. Grato também ao leitor H. Sampaio que forneceu as informações.

joserichard@uol.com.br
www.twitter.com/joserichard