sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

O carnaval mexe com toda população


               Quem parte para a diversão e quer curtir numa boa, tudo que o carnaval proporciona, a programação é lotada de opções. Basta consultar a agenda que o Ilha Notícias publica na página 7 e sambar até a tarde da quarta feira de cinzas. Para os componentes da União da Ilha a disciplina é rigorosa para a apresentação do Sambódromo. A organização é observada desde os horários, posicionamento das alas, empolgação e o samba na ponta da língua. Essas condições são exigidas para realizar um bom desfile no maior palco do carnaval do planeta. São quase 4 mil foliões que defendem a União da Ilha com garra e muita alegria. É espetacular viver a sensação de desfilar na Avenida Marquês de Sapucaí sendo ovacionado pelas arquibancadas e representando a Ilha do Governador. A preparação na quadra demora quase um ano entre a escolha do enredo, seleção do samba, ensaios na rua e na quadra. No espaço da União na Cidade do Samba rola ao mesmo tempo a confecção das fantasias e dos sete carros alegóricos que sacodem a avenida por sua criatividade e grandeza.
              Quando desfila, a União da Ilha estremece o coração de todos componentes, diretores e dos moradores da Ilha do Governador. Mesmo quem assiste pela televisão vibra e torce para ver de novo a União no desfile das campeãs.
                O carnaval provoca diversas mudanças de comportamento até naqueles que não gostam da folia. Ninguem consegue ficar alheio à empolgação dos participantes dos 26 blocos que desfilam pelas ruas da Ilha e arrastam grandes grupos de pessoas que se divertem animados atrás do som das marchinhas carnavalescas. Quem não curte o reinado de Momo assiste e aplaude os desfiles dos blocos e só se incomoda com os mijões e a sujeira que fica depois que os blocos passam. Um dia, essas coisas serão corrigidas, talvez quando melhorar a educação dos porcalhões. Desrespeito não faz parte de nenhum enredo.

joserichard@uol.com.br
www.twitter.com/joserichard

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

A Ilha do Governador que nós construímos e amamos merece destaque das coisas boas que acontecem











 Aulas de dança e apresentações atraíram centenas de 
populares ao estacionamento ao lado do McDonald´s

                Duas boas notícias nesta semana ajudam a melhorar o humor de todos nós e animam os pessimistas que não acreditam em mais nada. A primeira é a confirmação da estreia no final da tarde do domingo (23), do Projeto Dançarinos da Ilha, com aulas ao ar livre de dança e apresentações de diversos ritmos musicais, no estacionamento ao lado do McDonald´s . Criado através da parceria do professor de dança Leandro Azevedo – bicampeão da Dança dos Famosos – com o jornal Ilha Notícias, o objetivo é proporcionar, mensalmente, uma opção de lazer gratuita à população, no final das tardes de domingo.
            A outra boa é a conclusão das obras de reforma e construção de mais salas de aula no Colégio Estadual Mendes de Moraes. Vibro quando as autoridades se mexem e priorizam, sobretudo, as áreas da saúde e educação. No caso dessas obras no Mendes de Moraes é importante destacar porque o colégio sempre foi referência de ensino e as suas instalações, desgastadas pelo tempo, precisavam de melhorias para continuarem sendo motivos de orgulho para milhares de insulanos que passaram pelos bancos escolares dessa tradicional instituição pública de ensino. Até uma excelente piscina para aulas de educação física faz parte da nova estrutura do colégio, que, só neste, ano já abriu quase mais mil vagas. Os créditos vão para a equipe da direção da escola que não deu trégua ao governo e é importante também reconhecer a sensibilidade do atual secretário estadual de educação, Wilson Risolia, que viabilizou todos os investimentos.
             Boas notícias fazem bem. E espero, no geral, que a mesma energia dispendida para a organização e participação no carnaval contagie os gestores públicos e a população para juntos transformar a Ilha num lugar ainda melhor.

Dia 23 de março (domingo) às 17h30, já está marcada a 2ª etapa do Projeto Dançarinos da Ilha, que a partir de então será quinzenal. O local é o mesmo e é grátis. É só aparecer.

joserichard@uol.com.br
www.twitter.com/joserichard