sexta-feira, 11 de março de 2016

Vans provocam caos no trânsito e autoridades se omitem

Na esquina das ruas República Árabe da Síria e Colina 
a fila de Vans impede o estacionamento dos ônibus
             
            Há algum tempo que estou preocupado com a falta de ação das autoridades para acabar com a bagunça existente em alguns pontos escolhidos pelas vans para estacionar a espera de passageiros.  A omissão policial para manter a ordem no trânsito prejudica a população e permite o abuso das vans que ganham espaço como donas desses locais, trazendo transtornos aos demais motoristas.
          Um exemplo da desordem acontece em frente ao Ilha Plaza Shopping nos horários de maior movimento quando pedestres e outros veículos sofrem com os abusos de quem manda no pedaço. O constrangimento provocado pela intimidação das vans humilha e amedronta pessoas e os demais motoristas que passam pelo local.
           A desordem é semelhante no ponto de ônibus localizado na esquina das ruas Colina com República Árabe da Síria. Sempre nos finais de tarde as vans disputam passageiros no grito, enquanto as pessoas que preferem os ônibus são, muitas vezes, obrigados a embarcar nos coletivos que param em fila dupla no ponto que está sempre ocupado por vans que, arbitrariamente, só se movimentam após completar a lotação. É uma afronta aos direitos dos cidadãos cuja escolha da condução deveria ter a proteção e segurança das autoridades policiais.
            Em frente ao supermercado Mundial no Cacuia e, em mais alguns locais da Ilha, os pontos de ônibus pertencem às vans nos horário de movimento e dane-se o passageiro que prefere o ônibus. Para os próprios passageiros das vans ficar aguardando a lotação do veículo é uma perda de tempo inconveniente e desrespeitosa.  
            Até quando a população vai ter que sofrer esse vexame é uma pergunta que fica às autoridades públicas que, das duas uma: ou são coniventes com as irregularidades, ou incompetentes mesmo. O problema está à vista de todos.