segunda-feira, 13 de junho de 2016

SEGURANÇA DA ILHA ESTÁ AMEAÇADA

Assaltos provocados por motoqueiros não são habituais na Ilha
          Uma das melhores sensações para quem mora na Ilha é atravessar a ponte e se sentir seguro. Parece utopia, mas é o que a maioria argumenta para provar a diferença da Ilha com outras regiões da cidade. Duvido de quem ande de carro por bairros próximos durante a noite e não fique bastante assustado com a proximidade de uma moto. É terrível, mas faz parte da rotina de insegurança desta cidade cuja violência está aumentando a cada dia. As motos são as ferramentas de "trabalho" preferidas de muitos assaltantes, pela sua mobilidade para fuga.
             Todos queremos que a Ilha continue diferente e mais segura, todavia existem sinais de que está surgindo com força extraordinária, assaltos praticados por motociclistas em diversos bairros da região. O crime era incomum na região, e precisa ter uma ação repressiva imediata da polícia para não se tornar uma assustadora rotina. A população não aceita ficar refém de bandidos covardes que surpreendem suas vítimas de preferência mulheres, agindo armados e de modo bruto.
              Acho que sei por que isso está acontecendo e esses crimes podem aumentar trazendo um  inédito clima de terror para a Ilha. São centenas de motos sem placas que circulam livremente pelas ruas, pilotadas por motociclistas sem capacete e, possivelmente em situação irregular, numa visível atitude de desrespeito às autoridade policiais que atuam nas ruas. 
             Quero continuar com a sensação de segurança ao entrar na Ilha. Confio na polícia militar e principalmente nos seus agentes para tirar das ruas os motociclistas bandidos, cujas ações ameaçadoras não podem prevalecer contra a população. Vamos protestar alto e forte contra essa terrível ação criminosa.
            Acredito na vitória do bem.