sábado, 12 de novembro de 2016

Governo diminui verbas e o Colégio Newton Braga pode fechar as portas em poucos anos. O Ministério da Educação precisa agir urgente para tirar esse excelente colégio público federal da crise.

Fundado por militares da aeronáutica, o colégio 
sempre foi referência pela qualidade de ensino

            Aos 66 anos de existência o tradicional Colégio Newton Braga não consegue sair da crise gerada pela diminuição dos recursos federais encaminhadas pelo 3º Comando Aéreo Regional, instituição militar que é a principal mantenedora do colégio.
             Após cobrar de 1500 novos alunos a taxa de inscrição para o sorteio de 100 novas vagas para 2017, a direção do Newton Braga viu-se constrangida a anunciar que foram canceladas todas as turmas para o próximo ano e devolver os valores das inscrições.
             É uma vergonha que isso aconteça, e principalmente que não exista movimento do governo federal para normalizar a remessa dos recursos essenciais, através do Comar, para manter o funcionamento normal desse colégio que sempre foi um dos melhores da cidade. Os investimentos na educação precisam estar na pauta das prioridades de qualquer governo que verdadeiramente se interesse pela educação dos jovens e pretenda transformar o país em uma nação maior.
              Acredito que um movimento pacífico dos alunos, professores, pais e comunidade seja necessário, nesse momento, para sensibilizar as autoridades e restabelecer imediatamente o fluxo de verbas indispensáveis para o funcionamento com excelência do colégio. Não matricular novos alunos condena o colégio ao fechamento das suas portas em menos de uma geração, fato que é inaceitável tratando-se de uma escola e, principalmente quando ela possui o alto conceito e tradição do Newton Braga.
            Tenho certeza que toda comunidade da Ilha do Governador é solidária com essa bandeira, cujos propósitos são firmes para garantir que mais jovens brasileiros possam ter a oportunidade de uma formação de qualidade como o Newton Braga proporciona.